Câmara Brasil China recebe a delegação de Tianjin

                                              Câmara Brasil-China recebe a delegação de Tianjin

por Guilherme Tacto

 



tentativa 2
 
 
   Na tarde do dia 18 de Julho, a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China teve o prazer de receber a delegação da municipalidade de Tianjin. Com o apoio da Associação de Comércio Exterior do Brasil, o evento teve foco em estreitar os laços entre as empresas chinesas e brasileiras.
   A delegação composta por 10 pessoas, contou com membros do governo e empresas de diversas áreas de atuações, entre elas:  indústria farmacêutica, equipamentos médicos hospitalares, alimentícia e alta tecnologia.
   O vice-presidente da AEB, (Associação de Comércio Exterior do Brasil), Sr. Carlos Portella, deu as boas vindas aos membros da delegação. Agradeceu a Câmara pela parceria e apresentou as atividades da AEB, destacando o ENAEX (Encontro Nacional de Comércio Exterior), no qual convidou todos para a abertura no dia 09 de Agosto de 2017.
   Em seguida, a vice-presidente da Câmara Brasil-China, Sra. Uta Schwietzer, agradeceu a AEB pela colaboração, aos membros da delegação pela visita, após longas horas de vôo para conhecer as oportunidades de negócios com os empresários brasileiros. Ressaltou a importância das parcerias com a China desenvolvidas pela Câmara que resultaram em negócios de sucesso, ao longo de mais de 30 anos de sua atuação.
   A Sra. Uta apresentou os demais membros da Câmara também presentes: Natalia Gazolla, Renata Lecas, Carenina Fonseca e Guilherme Tacto; que ficariam à  disposição para conversar com os convidados sobre suas demandas junto à  China.
   Os representantes destacaram a importância das relações comerciais entre Brasil e China. Somente em 2016, o Brasil exportou mais de 35 bilhões de dólares de diversos produtos, entre eles: soja, minérios de ferro e seus concentrados, óleos brutos de petróleo, carne de aves e etc.
 
 
tentativa 3
 
 
   O Sr. Zhao Zhengbo destacou  as melhorias que a região recebeu nos últimos anos. O governo vem investindo pesado numa reforma bancária e financeira para a região . Aliado à isso, nos últimos cinco anos, Tianjin vem se tornando cada vez mais uma das mais sólidas bases para indústrias de transporte, logística industrial, pesquisas de alta tecnologia e desenvolvimento comercial na China — transformando-se num dos principais hubs para esse tipo de atividade econômico-financeira na Ásia.
   Após as apresentações, durante o coffee break, os convidados brasileiros tiveram a oportunidade de apresentar suas empresas para os chineses e conversar sobre possíveis parcerias no futuro, estabelecendo ótimos contatos que poderão impulsionar o crescimento de seus negócios. Os convidados, também puderam estabelecer novos contatos entre si e divulgar seus empreendimentos através da troca de cartões durante o intervalo.
 
tentativa 4
 
   Promover o intercâmbio e a cooperação nos campos econômico, acadêmico e cultural, desenvolver parcerias, estreitar laços e aproximar as empresas brasileiras das chinesas é o principal objetivo da Câmara Brasil China.  No encerramento, foi possível afirmar que a distância que separa os dois países ficou muito mais curta e a China ficou muito mais acessível e aguarda seus amigos e parceiros brasileiros para uma visita a Tiajin.

imagem 222
                                                                                         Da direita para a esquerda: Uta Schwietzer, Yan Xiaolin (chefe da delegação), Carlos Portella, Natalia Gazolla e Zhao Zhengbo.