Empresários maranhenses conhecem oportunidades de negócios no Maranhão for Business promovido pela FIEMA

  1ª edição do ano contou com a presença da vice presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil China, Uta Schwietzer

Notícia veiculada pela imprensa - Fiema em 26/02/2016

Mais de 80 empresários maranhenses, de micro, pequenas, médias e grandes empresas, além de diretores da FIEMA e presidentes de sindicatos ligados à indústria participaram na noite da última quinta (25) da primeira edição do ano do Maranhão for Business - Edição China, promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), em parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil China, que esteve representada pela sua vice-presidente, Uta Schwietzer.  

A ação foi aberta pelo vice-presidente da FIEMA, João Alberto Teixeira Mota Filho, que agradeceu a presença de todos e destacou o trabalho da Federação em estimular o comércio internacional e novas parcerias, ainda mais, nesse cenário de recessão.

“Iniciamos o ano de 2016 com mais essa ação que fomenta a cultura exportadora, apresenta as condições para a adoção de padrões internacionais de qualidade e “provocar” a competitividade global das empresas maranhenses”, destacou o vice-presidente da FIEMA, Mota.  

Logo em seguida o professor de Administração da UFMA e doutorando em Engenharia Naval e Oceânica pela USP, Sérgio Sampaio Cutrim, fez uma explanação sobre a Logística Internacional, abordando as oportunidades e ameaças para o complexo portuário de São Luís. 

“É importante discutir dois temas de forma bem aplicados: quais são as oportunidades e as ameaças para a economia maranhense e, em especifico, para o Complexo Portuário do Maranhão, em relação à logística internacional. Recentemente foi publicada uma pesquisa da Fundação Dom Cabral, que apontou o custo logístico nas empresas no Brasil é em média 20%. Esse é um número muito elevado e pode se reduzido, acarretar melhorias para toda a cadeia produtiva que teriam muitos benefícios se não tivéssemos tantos problemas logísticos hoje na economia”, destacou o professor.    

Já com a palavra, a vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil China, Uta Schwietzer, fez uma apresentação onde mostrou os números da economia chinesa, que foi o principal parceiro comercial do Brasil em 2015 e absorveu 18% das trocas comerciais. Uta apresentou os segmentos de interesse dos investidores chineses como  agricultura e pecuária (milho, soja e carne), energia (eólica, solar, tecnologia nuclear), transporte (portos, ferrovias e aeroportos) e infraestrutura (construção, óleo e gás, mineração, siderurgia e automóvel). 

“A China trabalha em escala global, reduzindo custos, prazos e atendendo o mundo inteiro. São produtos customizados e com preços imbatíveis e de qualidade. Precisamos fortalecer as parcerias com o Maranhão e essa ação é a nossa primeira oportunidade de criar oportunidades reais de negócios. É hora de unir forças para vencer a crise e a China é parceira do Brasil e do Maranhão!”, destacou Uta que ainda falou do trabalho da Câmara de estreitar o relacionamento entre o empresariado brasileiro e chinês, inclusive com missões à feiras na China.

Para Bruno Roberto, do setor de Importações e Exportações do Grupo Dimensão a iniciativa da FIEMA foi muito importante. “A gente que é importador é muito importante e válido, a FIEMA está de parabéns pelo evento, muito organizado e frequentado por pessoas gabaritadas que sabem o que falam e isso só tem a agregar para nosso trabalho”, enfatizou o participante que tem negócios com a China.

A próxima edição do Maranhão for Business acontece em maio e terá como convidado o embaixador da Itália no Brasil, Raffaele Trombetta. O Maranhão for Business é coordenado pelo Centro Internacional de Negócios (CIN) da FIEMA e  conta com o apoio da Agência Brasileira de Promoção as Exportações (Apex Brasil) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

 

foto01 maranhão for business

1ª edição do ano contou com a presença da vice presidente da Câmara de Comércio 

e Indústria Brasil China, Uta  Schwietzer